Uma Tempestade Chamada E-social

Uma Tempestade Chamada E-social

As empresas  mais uma vez pagando para ver.

Desde o lançamento da notícia do E-Social, venho realizando inúmeras palestras sobre esse tão complexo assunto que com certeza considero a maior mudança na esfera trabalhista desde a Constituição de 1988, sem querer desmerecer ou desrespeitar a nossa CLT, essa senhora de mais de 70 anos que nos orienta, confunde e delimita nossas ações no dia-a-dia de quem trabalha com assuntos trabalhistas.

 

Desinteresse, descaso e a sensação de ouvir subliminarmente aquela velha história: “Vamos esperar para ver o que vai dar”. Essa com certeza sempre foi e sempre será a prática mais habitual e o expediente mais utilizado pelo empresariado tupiniquim, deixar para a última hora, esperar para ver o que acontece sequer se mexer sobre um assunto que todos sabem ser de grande complexidade e importância até mesmo para a sobrevivência da empresa ao qual por tantos anos ele se  dedicou.

 

O E-Social, essa tão grandiosa mudança irá alterar a forma de se trabalhar na área de Recursos Humanos e com certeza irá transtornar  a vida do profissional de Departamento Pessoal, departamento este berço da área de gestão de pessoas.

Processos de admissão serão alterados, exigirão padronização e irão tirar das mãos do empresário a sua capacidade de bagunçar a rotina trabalhista da sua empresa, transformando-a em uma extensão da cozinha da sua residência, onde ele faz o que quer,  se quiser e quando quer.

 

Funcionários sem registro, inaptos, sabotadores de seguros desemprego e recordistas de saque de FGTS serão sufocados por hábitos tão nocivos aos cofres públicos.

 

Tenho absoluta certeza e falo isso abertamente que a carga tributária deste país nunca  foi um fardo leve  se carregar.

 

Ser empresário neste país, ser proprietário de uma empresa e mantê-la regularmente funcionando e sendo cumpridor de suas obrigações não é tarefa para qualquer um, precisa de muita paciência, muita luta e muito esforço. Se tiverem alguma dúvida sobre o que agora acabei de citar, são realizados anualmente dezenas de leilões dos mais variados objetos, além  de propriedades, veículos e equipamentos que um dia pertenceram ou fizeram parte de uma empresa, objetos estes que um dia estavam dentro de um escritório. Por isso faço essa reflexão e cito uma velha e antiga frase já muito conhecida:  “Aquele     que     não      tem     competência     que      não      se     estabelece”. A plataforma vem para arrecadar, isso é claro e é óbvio que vem resgatar contribuições que já deveriam ser recolhidas, assim como vem dar a tão sonhada


transparência das relações do trabalho. Contratações realizadas de forma imediata, carteiras assinadas diariamente, desempregados ocupando novos postos de trabalho, obrigações mensais sendo cumpridas e o país juntamente com     seu     povo     se     desenvolvendo      nos      mais     variados  aspectos.

 

O E-Social traz em sua proposta e dá ao empresariado a grande oportunidade de repensar o seu negócio da melhor maneira possível e o remete a sua ideia original.

 

O que isso quer dizer? Devolve-o ao tempo quando ele pensou em abrir o seu negócio, quando ele procurou ajuda profissional e formalmente abriu a sua empresa e cumpria com as suas obrigações religiosamente e que ao longo do tempo não se sabe ao certo as suas razões para que tenha abandonado tais práticas.

 

O E-Social é uma tempestade gigantesca que vem na direção das empresas impondo suas regras, estabelecendo diretrizes, reorganizando rotinas e colocando nas mãos governamentais as rédeas e especialmente a direção de muitas empresas dando um recado muito claro ao seu gestor de que as leis que regem este país sempre existiram e ratificando a todos, se é que alguém esqueceu que lei é lei e que deve  ser cumprida.

 

A pergunta para que tudo que aqui foi relatado e que sirva de reflexão enquanto essa   tempestade   se   aproxima    é…   O   seu   guarda-chuva    irá aguentar?

 

Aproveitem,  o que o E-Social tem de melhor!


PUBLICADA EM: 16/12/2017 02:23:40 | VOLTAR PARA Falando de ESOCIAL | OUTRAS PUBLICAÇÕES
FONTE: Roberto Martins


Comentários

Gostou do artigo? Participe, deixe sua opinião e comentários abaixo.

Convênios
Descontos para associados

Redes sociais
Curta nossas redes